Blog

Aquela que hoje á chamada de geometria platônica ou sagrada está amplamente explicada nos VEDAS há muito mais de 5 mil anos, não somente em relação a formulas, formatos e equações como em seu significado original.

A estrutura das mandálas, chamadas em sânscrito de yantras, são a origem de toda a geometria conhecida, inclusive dos cálculos que determinam a rotação dos corpos celestes, dos mapas astrológicos, da estrutura do DNA, da arquitetura antiga ou contemporânea, etc.
O mais impressionante é que estas informações científicas, precisas e exatas estão combinadas á informações espirituais. As formas geométricas não possuem somente uma harmonia física, mas escondem significados filosóficos que somente os Vedas revelam.

O ponto, por exemplo, representa o eu, a identidade individual. A reta é um representação matemática de um conceito bastante elevado, explicado pela filosofia dos mais sublimes santos e mestres da tradição vaishnava, como a verdade sobre a relação direta da alma individual com Deus. Um conceito que em sânscrito é chamado de sambhanda jnana: eterna relação da alma individual com a pessoa do Infinito. Tudo o que existe possui uma única fonte, portanto tudo esta conectado com o vértice do infinito espiritual.

Precisa de ajuda?
Chat via Whatsapp